Arquivo da tag: acampamento

Reserva Natural Salto Marato

localizacao

A Reserva Natural Salto Morato está localizada em Guaraqueçaba, no litoral Norte do Paraná. Em 1994, a área foi comprada com o apoio financeiro da The Nature Conservancy e, no mesmo ano, foi reconhecida como Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). Desde 1996, é aberta ao público e se tornou uma das atrações turísticas do município de Guaraqueçaba (PR). Em 1999, foi reconhecida pela Unesco como Sítio do Patrimônio Natural da Humanidade.

A Reserva Natural Salto Morato abriga uma área de 2.253 hectares de Mata Atlântica e encontra-se em região com expressiva concentração de espécies de aves endêmicas – ou seja, que ocorrem apenas no bioma -, sendo várias delas ameaçadas de extinção.

O local conta com trilhas interpretativas, alojamento para pesquisadores, centro de visitantes, quiosques, camping, centro de pesquisa e laboratório, além de uma estação meteorológica (no padrão do Sistema Meteorológico do Paraná – SIMEPAR), que registra dados climáticos a cada 15 minutos. Não é permitida a entrada de qualquer animal de estimação ou doméstico incluindo, mas não se limitando a: cachorros, gatos, coelhos e aves de qualquer espécie ou porte. A presença desses animais, mesmo acompanhados de seus donos e com documentação de viagem e carteira de vacinação em dia, pode interferir no equilíbrio e na preservação da reserva.

Desde a sua criação, a Reserva Natural Salto Morato dá apoio a pesquisas científicas, disponibilizando estruturas físicas e de pessoal, até o custeio de despesas com transporte, alimentação ou equipamentos de campo, dependendo do objetivo proposto por cada projeto.

Até hoje, foi registrada a ocorrência de 646 espécies vegetais vasculares, 93 espécies de mamíferos, 325 espécies de aves, 36 espécies de répteis, 61 espécies de anfíbios e 55 espécies de peixes na Reserva Natural Salto Morato.  (Dados fornecidos pela Fundação o Boticário). (Dados fornecidos pela Fundação o Boticário).

Assista o vídeo da reserva e se encante:

  • INGRESSOR$ 10,00 (inteira)
    R$ 5,00 (meia)  (na data desta postagem)
  • CAMPING Diária de R$ 15,00 por pessoa.É necessário reservar com antecedência por telefone ou e-mail.
  • HORÁRIOS: De terça-feira a domingo, das 8h30 às 17h30**  (melhor sempre ligar antes pois pode ocorrer que em alguns períodos a reserva esteja fechada).
  • Recomendamos também não chegar após as 16 horas para fazer a trilha até o salto, embora a trilha seja limpa e sinalizada, levamos próximo de uma hora e trinta para percorre-la (ida e volta).
  • CONTATO: morato@fundacaogrupoboticario.org.br(41) 3375-9671

 

 

 

***Seja um anunciante no nosso blog, ligue 9973-6878  com Pedro ou Noemi, ou envie uma mensagem pelo whatsapp. ***

 

Parque Estadual Vila Velha

Considerado o principal atrativo Natural de ponta Grossa, esta Unidade de Conservação é composta por três principais elementoimagess: Arenitos, que são formações rochosas que apresentam formas variadas, como: a taça, o camelo, entre outras; Furnas, que se caracterizam por grandes crateras com vegetação exuberante e água no seu interior (lençol subterrâneo) e Lagoa Dourada que possui este nome porque ao pôr do sol suas águas ficam douradas.
O Parque Estadual de Vila Velha, que durante os anos de 2002 e 2004 esteve em processo de revitalização, teve algumas de suas áreas recuperadas. Todos os passeios são feitos por trilhas e acompanhados de guias do próprio parque.

visualiza

Tombado pelo Departamento do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado em 1966, abriga uma fauna variada: lobos-guará (já raros), jaguatiricas, quatis, gatos-do-mato, cachorros-do-mato, iraras, furão, catetos, veados, tatus, pica-paus, pombas, perdizes, tamanduás-bandeira e mirins, diversos tipos de aves, entre outros.

vila_velha5A responsabilidade administrativa do parque é do IAP (Instituto Ambiental do Paraná).
O acesso se dá pela rodovia BR 376 (Ponta Grossa -Curitiba), Km 28 a partir de Ponta Grossa, saída pela Av. Visconde de Mauá ( Oficinas) ou Av. Visconde de Taunay (Ronda).

sitemgr_furnas199

Observação: * Transporte coletivo para o Parque Estadual de Vila Velha no Terminal de Oficinas pela LINHA VILA VELHA. Para acesso ao Terminal de Oficinas pode-se pegar a Linha T. Central/ Oficinas no Terminal Central.

Horário de Visitação: 8h30 às 15h30.

* Fechado às terças-feira para manutenção.

Entrada:
– Brasileiros:        R$ 18,00 (Furnas, Arenitos e Lagoa Dourada)
R$ 8,00 (Furnas e Lagoa Dourada)
R$ 10,00 (Arenitos)
– Estrangeiros:    R$ 25,00 (Furnas, Arenitos e Lagoa Dourada)
R$ 10,00 (Furnas e Lagoa Dourada)
R$ 15,00 (Arenitos)
– Estudantes com carteirinha e residentes com comprovante de luz/água/ título de eleitor pagam MEIA-ENTRADA.
– Pessoas acima de 60 anos, crianças até 6 anos e portadores de necessidades especiais são ISENTOS DE TAXA DE ENTRADA.

Telefone: (0** 42) 3228-1138

Passeio De Trem

São 110 quilômetros viajando pela maior área preservada de Mata Atlântica do Brasil e por uma ferrovia com 128 anos de história. O Trem da Serra do Mar Paranaense parte diariamente de Curitiba rumo à cidade de Morretes. São aproximadamente 3 horas de viagem.

mp.jpg

Histórico

FERROVIA PARANAGUÁ – CURITIBA

tremserraverde2

 A construção da ferrovia começou oficialmente em fevereiro de 1880. Considerada impraticável por inúmeros engenheiros europeus à época, a obra teve início em três frentes simultâneas: entre Paranaguá e Morretes (42 km), entre Morretes e Roça Nova (38 km) e entre Roça Nova e Curitiba (30 km)
.

O objetivo era estreitar a relação entre as cidades do litoral paranaense e a capital do estado, com vistas ao desenvolvimento social do litoral. Além disso, era imprescindível ligar o Porto de Paranaguá aos estados do Sul do Brasil, para que se desse vazão à produção de grãos dos estados e, dessa forma, garantir apoio ao desenvolvimento econômico da região.trem58Para a obra, foram recrutados mais de 9.000 homens, que ganhavam entre dois e três mil réis por jornada. A maioria deles vivia em Curitiba ou no litoral, e era composta de imigrantes que trabalhavam na lavoura.

  trem (1)O esforço e ousadia de trabalhadores braçais, engenheiros e outros profissionais resultou numa das mais ousadas obras da engenharia mundial. Depois de cinco anos, a ferrovia foi inaugurada em 02 de fevereiro de 1885. Participaram da primeira viagem engenheiros, autoridades federais e locais, jornalistas e outros convidados. A viagem entre Paranaguá e Curitiba durou nove horas: ao chegar à Capital, mais de 5.000 pessoas aguardavam o trem. download

Em seus cento e dez quilômetros de extensão, a ferrovia guarda centenas de obras de arte da engenharia: são 13 túneis ativos e 1 desativado, 30 pontes e inúmeros viadutos de grande vão. Destacam-se a Ponte São João, com 55 metros de altura, e o Viaduto do Carvalho, que liga os túneis 4 e 5, assentado sobre cinco pilares de alvenaria na encosta da rocha – a passagem por esse trecho provoca a sensação de uma viagem pelo ar, como se o trem estivesse flutuando. Foi a primeira obra com essas características a ser construída no mundo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Poucos destinos no Brasil têm o valor histórico dos passeios pelos trilhos da Serra Verde Express. É compromisso da Empresa mantê-lo em funcionamento de forma sustentável, com respeito à Serra do Mar que cerca todo o caminho e também às pessoas que fazem possível sua existência: turistas, funcionários da Empresa e outros profissionais do Turismo.

5bqws74t646r9yz7oxsk0r8fl

 

Nossa História

O Amor Sobre Rodas como o próprio nome diz, nasceu da junção da história do amor de um casal,  Pedro Lucavei e Noemi Cardoso, com o sonho (inicialmente dele) de colocar as rodinhas na estrada, literalmente.

Ele,  já com os filhos adultos e prestes a gozar do direito a aposentadoria após anos de trabalho duro e suado, decidiu ao longo dos seus bem vividos 55 anos, partir em um Trailer sem data para retornar, dando início primeiro pelos estados brasileiros e posteriormente por países da  América do Sul. Mas como nem tudo são flores, faltava a companhia certa, aquela que mesmo sem ele saber também o procurava, então  seus caminhos finalmente se cruzaram e  houve no mesmo instante a certeza que não haveria mais volta, a escolha estava feita e seus destinos traçados, então deu-se início ao planejamento, que levou um certo tempo até que pudesse se tornar real e viável.

Não foi paixão a primeira vista, foi amor de almas com sonhos e ideais semelhantes, pessoas livres com o desejo de viver um grande amor pautado na simplicidade, no desafio, no companheirismo e cumplicidade, regado de muita paz. Dispostos a irem colhendo pelo caminho o aprendizado que só os peregrinos de alma e coração são capazes de entender, a busca não só por culturas e costumes diferentes mas especialmente pelo autoconhecimento e a busca por ideais que vão além de empregos pomposos, restaurantes caros, carros de luxo na garagem, e o vazio que é oferecido pelas grandes metrópoles como ingredientes de consumo que escravizam e nos fazem viver cegos sem perceber a imensidão do mundo que há lá fora,  das infinitas possibilidades, do olhar as estrelas a noite e ouvir o som do mar ao amanhecer, sem fixar raízes naquilo que não possui valor real, levando na bagagem somente o necessário para dar mais espaço as boas lembranças de todos os amigos e histórias que vivenciamos pelo caminho.

Assim, com apenas um ideal e muito amor iniciamos nossa jornada e decidimos criar esse espaço para que nossos amigos e parentes nos acompanhem aonde estivermos, mas logo percebemos que era necessário levar uma mensagem a todos  que vieram posteriormente a nos acompanhar, a de que tudo na vida é possível quando sonhamos e acreditamos nesse sonho, quando vivemos nossa vida com retidão e sabedoria, quando vamos buscar no nosso mais intimo as respostas que nossa alma tanto almeja. Ao longo da nossa jornada vamos dividir com vocês alguns desses sentimentos, dificuldades e aprendizados que formos encontrando pelo caminho, queremos que cada um de vocês que nos seguem façam parte dessa nossa família. Sejam todos muito bem vindos e até nossa próxima parada.

Amor Sobre rodas

Por: Pedro Lucavei Filho e Noemi Cardoso

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

William Shakespeare

Patrocinadores

Se você é dono de um estabelecimento comercial voltado ao turismo, poderá usufruir dessa ferramenta de divulgação, para isso basta que você acompanhe nosso roteiro e as datas em que estaremos passando no seu estado ou cidade, nos envie um e-mail  ou entre em contato conosco pelos telefones que estão postados abaixo.

Nosso trabalho consiste em fazer matérias, fotos e vídeos ou mesmo palestras sobre a tua cidade, estabelecimento e pontos turísticos, orientando estadias, o uso de Camping, infra estrutura, valores que vão desde  listagem de pedágios, combustíveis, locais para paradas, alimentação etc. Além desses serviços você poderá divulgar um link patrocinado em nosso site, entre em contato e saiba como, afinal são milhares de acessos mensais de pessoas que acompanham nossa história e roteiros, você não pode ficar de fora

Use nossos serviços e atraia muito mais clientes.

Noemi Cardoso e Pedro Lucavei Filho

9641-8769

e-mail: amorsobrerodas@gmail.com